Executivos abordam as oportunidades e desafios para o segmento petróleo & gás

Publicada em 19/06/2018 - 07:48


A manhã desta sexta, 15, reuniu, no auditório do Sistema Findes, mais de 200 empresários dos setores de metalmecânica, petróleo e gás, siderurgia, mineração e automação que participaram do evento Espírito Santo - Investimentos Previstos: Oportunidades e Desafios. A mesa redonda contou com a participação do superintendente da ANP, Alfredo Renault, a subsecretária da Sedes, Cristina Santos, o representante da ArcelorMittal, Alexandre Kalil e o mediador Durval Vieira.

O debate abordou assuntos dos setores de siderurgia e petróleo & gás, além dos investimentos previstos e oportunidades para o Estado.

Durante apresentação, o presidente da ArcelorMittal no Brasil, Benjamin Baptista, explanou sobre o setor de siderurgia e perspectivas. O Brasil é o maior produtor de aço da América Latina e o 9º maior produtor mundial. O país produz 34,4 milhões de toneladas de aço bruto.

Para os próximos cinco anos está previsto no plano diretor ambiental da ArcelorMittal, investimentos ambientais da ordem de R$ 570 milhões. Dentre os investimentos, estão a nova bateria de coque, filtro de mangas do beneficiamento de escoria KR.

Já o superintendente da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Bicombustíveis, Alfredo Renault, reforçou que o Espírito Santo precisa olhar para as oportunidades e investir em Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I). A decisão de onde investir e aplicar os recursos é uma responsabilidade das próprias empresas petrolíferas.


Na oportunidade o secretário de Estado de Desenvolvimento do Espírito Santo, José Eduardo de Azevedo, ressaltou que o Espírito Santo vem desenvolvimento um ambiente diferenciado em relação aos demais estados federativos. “Temos um conjunto de projetos e investimentos contratados, o que cria um cenário favorável para investir e trabalhar”.

O secretário contou que a agenda de desenvolvimento foca em melhoria no ambiente de negociação e competitividade, atração de novos investimentos, melhor infraestrutura e logística, financiamentos, incentivos e parcerias para o desenvolvimento.

 

Programação da MEC SHOW

Durante o evento, foi apresentada a programação da 11ª MEC SHOW, que acontece de 07 a 09 de agosto, no Carapina Centro de Eventos. Considerada uma das feiras mais importantes do setor no Brasil, o evento está 15% maior que a edição passada e já conta com 150 expositores e 200 marcas, de diversos estados brasileiros.

Alberto Piz, diretor da Milanez & Milaneze, empresa realizadora da feira, afirma que a MEC SHOW cresceu. “Inovação é a palavra de ordem! Sabendo inovar, a feira tem tudo para continuar crescendo. E essa realidade é válida para o sucesso da feira da metalmecânica e Inovação Industrial. Hoje, ao planejar a MEC SHOW envolvemos geração de negócios, conteúdo técnico e o conceito 4.0”.

O representante da Findes, através do Fórum Capixaba de Petróleo e Gás, Durval Vieira fala da realização das feiras MEC SHOW e Expo Construções no mesmo período. “É preciso ter conhecimento para competir no mundo moderno. Para esta edição, teremos a Ilha de Inovação, espaço do petróleo e gás com a participação das grandes plantas, Espírito Santo Oil & Gás, que vem para valorizar mais o setor que corresponde a 30% do PIB capixaba”.

O presidente do Sindifer, Lucio Dalla Bernadina pontua que o setor metalmecânico está empenhado em trazer todos os investimentos para o Espírito Santo. “Nosso segmento é muito importante para o estado, graças aos investimentos já realizados”, finaliza.