O SETOR



O segmento metalmecânico capixaba reúne mais de 1.500 empresas, gera cerca de 30 mil empregos diretos e fatura mais de 8 bilhões de reais por ano.

A industrialização no Espírito Santo começou no início do século XX. A partir da década de 50 foi articulado um processo de desenvolvimento no estado envolvendo os setores metalúrgicos, siderúrgico e metal mecânico chegando aos grandes projetos e desembocando no que é o setor hoje, um dos mais fortes e mais importantes da economia do Estado.

No estado do Espírito Santo o setor metalmecânico envolve diferentes segmentos da economia local, entre eles:

Mineração, constituído, entre outros, pela Vale e Samarco, que estão maiores exportadoras de minério de ferro e pelotas do Mundo. O complexo de mineração composto de usinas de pelotização, ferrovias e portos.

Metalurgia com diferentes empresas de transformação a frio, produzindo componentes seriados e, em especial, equipamentos e componentes sob encomenda para atender os investimentos e peças de reposição nas instalações das grandes empresas implantadas no estado.

Siderurgia constituída por plantas da ArcelorMittal Tubarão, além das usinas produtoras de gusa, o estado é o 3º Maior produtor de aço do Brasil. Suas usinas são reconhecidas internacionalmente pelos excelentes indicadores alcançados, especialmente em qualidade, produtividade, segurança e meio ambiente.

Serviços formados por empresas que atendem os grandes projetos na realização de trabalhos de montagem e manutenção eletromecânica e de automação industrial.

Fabricantes de Máquinas constituídos por empresas que evoluíram baseados na necessidade de fabricação de máquinas para atender o setor de mármore e granito.

O setor metalmecânico no Espírito Santo vem assumindo contornos mais bem definidos e promovendo ações organizadas entre as empresas, visando melhorar a qualidade dos produtos e serviços ofertados, realizando investimentos com vistas à atualização tecnológica e promovendo esforços conjuntos para a qualificação da mão-de-obra.

No início da década de 90 a participação das empresas fornecedoras locais nos contratos das grandes empresas representava menos de 1%, em 1997 esse percentual aumentou para 8,5%,chegando a 35% na construção da Fábrica C da antiga Aracruz Celulose, hoje Fibria.

Insere-se nesse contexto a recente expansão do setor de Petróleo e Gás Natural, a partir de 1998, com diversas descobertas no estado, demonstrando um grande potencial para o setor em território capixaba. A Petrobras anunciou um investimento total da ordem de US$ 8,1 Milhões em Exploração e Produção (E&P) no Espírito Santo no período de 2007 a 2011.

O Espírito Santo tem o maior complexo de pelotização de minério de ferro do mundo; é o maior produtor nacional de placas de aço; é o maior exportador de mármore e granito da América Latina; é o primeiro produtor e exportador mundial de celulose branqueada de fibra curta; é o segundo produtor nacional de mamão; o segundo maior produtor nacional de café; o segundo maior produtor nacional de chocolates.

Destaca-se a implantação Pólo Siderúrgico de Anchieta, no sul do estado, através da CSU – Companhia Siderúrgica de Ubu, projeto a ser implantado pela Vale, com capacidade de produção de 5 milhões de t/ano de placas e investimentos da ordem de US$ 3 bilhões, gerando na 18 mil empregos, em média, durante a construção.

Os investimentos na ampliação plantas existentes e implantação das novas unidades industriais totalizam R$ 58 bilhões nos próximos 5 anos,gerando uma média de 22 mil empregos, durante as obras de construção deverão permitir que as empresas locais do setor metal mecânico recebam mais encomendas.

A indústria metalmecânica incorpora todos os segmentos responsáveis pela transformação de metais, incluindo desde a produção de bens e serviços intermediários, incluindo máquinas, equipamentos, veículos e materiais de transporte. Tomando-se por base a CNAE - Classificação Nacional das Atividades Empresariais do IBGE, a metal mecânico abrange nada menos do que nove setores, porém as atividades que são desenvolvidas no estado estão listadas abaixo:

- Metalurgia básica;
- Fabricação de produtos de metal exclusive máquinas e equipamentos;
- Fabricação de máquinas e equipamentos;
- Fabricação de máquinas, aparelhos e materiais elétricos;
- Prestação de serviços de material eletrônico e de aparelhos e equipamentos de comunicações;
- Fabricação de outros equipamentos de transporte.

Essa grande variedade e diversidade de produtos e serviços ofertados se refletem, também, na complexidade de sua cadeia produtiva e nas características de sua estrutura industrial, participando dele desde grandes empresas multinacionais, com elevadas economias de escala, até micro e pequenas empresas de base local/regional.



 
ÁREA DO EXPOSITOR

Login:
Senha:   OK

 
NEWSLETTER
Para receber as novidades da MEC SHOW em seu e-mail, preencha os campos abaixo:

Nome:
E-mail:   OK

Promoção e Realização